Turistas são orientados a denunciar casos de trabalho infantil na alta temporada em Santa Catarina

A mensagem “Férias de verão sem trabalho infantil” aparece em painéis eletrônicos ao longo da BR-101

Florianópolis - Os turistas que chegam a Santa Catarina para as férias de verão por via terrestre, são orientados a denunciar os flagrantes de trabalho infantil e a exploração sexual contra crianças e adolescentes na alta temporada.  Ao longo da BR-101 a mensagem “Férias de verão sem trabalho infantil. Polícia Rodoviária Federal, Arteris e Ministério Público do Trabalho — Disque 100”, faz o apelo.

A campanha é uma das iniciativas do Ministério Público do Trabalho em Santa Catarina (MPT-SC) para a erradicação do trabalho infanto-juvenil, em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Arteris (Autopista Litoral Sul). Até o final de fevereiro, sete painéis eletrônicos exibem a mensagem diariamente, na altura dos quilômetros 28 (Joinville), 127 (Itajaí), 144 (Itapema) e 218 (Palhoça), no sentido norte, e nos quilômetros 106 (Penha), 192 (Biguaçu) e 220 (Palhoça), no sentido sul.

A campanha tem como objetivo conscientizar a sociedade civil da importância da denúncia para que as autoridades competentes possam agir e desta forma proteger as crianças e adolescentes das piores formas de trabalho infantil. Em Santa Catarina, de acordo com a Prova Brasil 2017, mais de 18 mil crianças do 5º ao 9º ano de escolas públicas trabalham fora de casa. No mesmo ano, o Disque 100 (Disque Direitos Humanos) registrou, somente, 179 denúncias no estado.

O Disque 100 está disponível diariamente, 24h por dia. A ligação é gratuita e pode ser realizada de qualquer telefone fixo ou móvel. As denúncias sobre trabalho infantil também podem ser registradas através do aplicativo Proteja Brasil, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, e no MPT Pardal.

Fonte: Assessoria de Comunicação MPT-SC

 Coordenação: Fátima Reis

 Estagiárias: Bruna da Silva Ferreira

                   Laís dos Santos Godinho

  prt12.ascom@mpt.mp.br

 (48) 32519913/ 988355654

Publicado em  09/01/2019

Imprimir