JBS/Tyson de Itaiópolis submete empregados a trabalho degradante

MTE e MPT flagraram jornadas superiores a 14 horas e ritmo de trabalho 3 vezes superior ao adequado. Cerca de 93% dos empregados da desossa têm dores constantes

Joinville - Inspeção do Ministério Público do Trabalho (MPT-SC) e do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE-SC) na unidade da JBS/Tyson em Itaiópolis, ao norte de Santa Catarina, entre os dias 19 e 20 de outubro flagrou grave precariedade das condições de trabalho na maior processadora de proteína animal do mundo.

Continue Lendo

Imprimir